Iemanjá a Rainha do Mar! Sereia Sagrada! Senhora dos Oceanos! Linda e encantadora!. Mãe de todos os Orixás. É ela que proporciona a boa pesca nos mares, regendo os seres aquáticos, provendo o alimento vindo de seu reino. Iemanjá é quem controla as marés. Protege a vida marinha. Regente absoluta dos lares, protetora da família. Iemanjá pode ser invocada para ajudar durante o parto, pois é a Deusa da fertilidade, ela ama as crianças. Protetora dos bebês e das gestantes, ela é a eterna mãe. Iemanjá é a Padroeira dos amores, é muito solicitada em casos de paixões conflituosas, tudo pode ser conseguido caso ela consinta. Iemanjá exerce fascínio nos homens, com sua beleza incomparável, seus longos cabelos, feições delicadas, corpo escultural e muito vaidosa. Iemanjá possui vários nomes: Sereia do Mar, Princesa do Mar, Rainha do Mar, Inaé, Mucunã, Dandalunda, Janaína, Marabô, Princesa de Aiocá e Dona Iemanjá, dependendo de cada região.


















A Iemanjá Brasileira é resultado da miscigenação de elementos europeus, ameríndios e africanos. Respeitada e venerada por pescadores. Iemanjá conquistou o coração dos brasileiros. Odoyá!

A Lenda Africana




















Yemojá "Iemanjá" era filha de Olokum o Deus do mar. Em Ifé, tornou-se a esposa de Olofin-Oduduá, com quem teve dez filhos, todos Orixás. Cansada de morar em Ifé, Yemojá fugiu na direção do entardecer da terra, como os Yorubás chamavam o oeste. Chegando a Abeokutá, Yemojá conheceu o Rei Okerê, e logo se apaixonaram. Okerê encantado com a sua beleza, propôs-lhe casamento. Yemojá aceitou com uma condição, que ele jamais ridicularizasse o tamanho de seus seios. Mas um dia, Okerê embriagou-se, e começou a gracejar sobre os enormes seios da esposa, ofendida Yemojá fugiu. Okerê colocou seus guerreiros para capturá-la. Desde menina trazia consigo uma garrafa com uma poção que o pai lhe dera com a recomendação, que só abrisse em caso de perigo. Mas Yemojá tropeçou, a garrafa quebrou e sua poção transformou-se em um rio de águas tumultuadas que a levaram em direção ao oceano. Okerê tentou impedir a fuga de sua mulher, e transformou-se numa colina para barrar o curso das águas. Yemojá vendo bloqueado seu caminho, pediu ajuda ao seu filho Xangô, que lançou um raio sobre a colina, que se abriu no meio, dando passagem ao rio. Yemojá foi para o mar e nunca mais voltou para a terra. Ainda existe na Nigéria uma colina dividida em duas, de nome Okerê, que dá passagem ao rio Ogun, que corre para o oceano.




















Yemojá também é chamada de: Iemowo, Iamassê, Iewa, Olossa, Ogunté assabá, Assessu, Sobá, Tuman, Ataramogba, Masemale, Awoió, Kayala, Marabô, Inaiê, Aynu, Susure, Iyaku, Acurá, Maialeuó e Conlá.














Rio Ogun na Nigéria, que transportou Yemojá para o mar.














Os Orixás são filhos de Yemojá.




















Yemojá é considerada a mãe de todos os Orixás.

Qualidades de Iemanjá




















Origem: Nigéria.
Cores: branco, prata, azul-celeste, verde-água (no candomblé) e azul e branco na umbanda.
Ervas: colônia, pata de vaca, embaúba, abebê, jarrinha, rama de leite, aguapé, lágrima de Nossa Senhora, araçá da praia, flor de laranjeira, guabiroba, jasmim, jequitibá rosa, malva branca, marianinha, trapoeraba azul, musgo marinho, rosa branca e folha de leite.
Símbolos: âncora, cavalo marinho e peixes.
Pontos da Natureza: Mar.
Flores: rosas brancas, palmas brancas, palmas azuis, angélicas, orquídeas e crisântemos brancos.
Essências: jasmim e alfazema.
Pedras: pérola, água marinha, lápis-lazúli, calcedônia, turquesa.
Colar: Contas de vidro transparente.
Metal: prata.
Planeta: lua.
Dia da Semana: sábado.
Elemento: água.
Saudação: Odô iyá e Odô Fiaba.
Bebidas: água mineral e champagne.
Comidas: peixe, camarão, canjica, arroz, manjar e mamão.
Numero: 04.
Data Comemorativa: 02 de fevereiro, 08 de dezembro e 31 de dezembro.














Atributos
Os atributos (ferramentas) de Iemanjá são elaborados em prata, aço, latão ou chumbo, e são os seguintes: sol (oru), lua cheia (ochú), âncora (dakoduro), um Salva-Vidas (yika), uma canoa (okokeré), ou um barco (oko), sete ramos (alami), sete aros de prata (bopa), uma chave (chileku), e uma estrela (irawo).
















Oferendas a Iemanjá

Oferenda 01
07 velas brancas
07 velas azuis
07 rosas brancas
07 fitas azuis (01 metro)
07 fitas brancas (01 metro)
01 manjar branco
01 chanpagne
01 bilhete com 03 pedidos
Local de entrega: na areia da praia

Oferenda 02
01 garrafa de chanpagne ou espumante
01 vela azul
01 rosa branca
Local de entrega: areia da praia

Oferenda 03
Rosas brancas
Palmas brancas ou azuis
Perfumes
Pentes
Espelhos
Joias ou bijuterias prateadas
Local de entrega: no mar

Oferenda 04
Arroz cozido na água, sem açucar e depois de pronto acrescentar mel
Água mineral
01 vela branca
01 vela azul
01 rosa branca
Local de entrega: pode ser em casa

Arquétipo de Iemanjá




















Os filhos de Iemanjá são fortes, rigorosos, algumas vezes impetuosos e arrogantes, mudam de humor constantemente, são capazes de perdoar uma ofensa, mas não de esquecê-la. São sérios, maternais e preocupados com os outros. São pessoas amorosas, inteligentes, disponíveis, trabalhadoras, sensitivas e corajosas. O lado psicológico dos filhos de Iemanjá, são imponentes, calmos e cheios de dignidade, e dotados de irresistível fascínio. As filhas de Iemanjá são boas donas de casa, educadoras e generosas, não perdoam facilmente quando ofendidas, são possessivas e muito ciumentas. Gostam do luxo, das roupas azuis e vistosas e de jóias caras.

Sincretismo de Iemanjá

















No sincretismo religioso, Iemanja é associada a outras Santas, na Igreja Católica é Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora da Piedade e Virgem Maria. Em cada região do Brasil, Iemanjá é festejada em diferentes datas. No Rio de Janeiro é festejada no dia 31 de Dezembro, com a passagem de ano. Na Bahia sua data é comemorada no dia 02 de fevereiro, e em Santos SP, o dia de Iemanjá é comemorado no dia 08 de dezembro na Praia Grande.

Nossa Senhora dos Navegantes




















A fé em Nossa Senhora dos Navegantes chegou ao Brasil através dos navegadores europeus, principalmente os portugueses. Aqueles que viajavam, pediam proteção a Santa para retornarem a salvos a terra. Nossa Senhora dos Navegantes era vista como protetora contra, as tempestades e demais perigos que o mar ofereciam aos viajantes. A primeira estátua foi trazida de Portugal pelos navegadores. Nossa Senhora dos Navegantes também é conhecida pelo nome de, Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Boa Viagem e Nossa Senhora da Esperança. Seu sincretismo na Umbanda e no Candomblé é Iemanjá. Sua data de comemoração é no dia 02 de fevereiro, costuma-se festejar o seu dia com grandes procissões fluviais.

Iemanjá em Cuba
























Em Cuba, Iemanjá é Yemayá, também possui as cores azul e branco, é uma Rainha do Mar Negra, é sincretizada na Igreja Católica como, La Virgen de la Regla, Santa padroeira dos portos de Havana. Sua comemoração é no dia 08 de setembro, e sua festa atrai milhares de devotos.




















Na Santeria Cubana ou La Regla Lucumí, que funde crenças católicas com a religião tradicional africana, Yemayá é representada pela Virgem de la Regla, Padroeira dos cubanos, ou a Black Madonna, a Nossa Senhora Negra, homenageada em vários países caribenhos.














Em Havana, milhares de fiéis esperam a procissão da Padroeira, em frente a Igreja de Nossa Senhora de la Regla. Devotos se vestem de azul e branco, e usam colares de contas coloridas e pulseiras que, os identificam como sacerdotes ou sacerdotisas da religião afro-cubana. A Santa é protetora dos marinheiros cubanos.




















Qualidades de Yemayá


Yemayá Awoyó: A mas velha, que usa os trajes mais ricos e se protege com sete anáguas para fazer a guerra e defender seus filhos. Vive no mar e repousa na lagoa, come carneiro e, quando sai a passeio, usa as jóias de Olocum e coroa-se com Oxumaré, o arco-íris.

Yemayá Ogunte: Azul-clara, vive nos recifes próximos da praia e é a guardiã de Olocum. Sob este nome é a mulher de Ogum, Orixá da guerra. É uma amazona terrível que traz, pendurado na cintura, um facão e outros instrumentos de ferro de Ogum. Ela é severa, rancorosa e violenta, detesta pato e adora carneiro.

Yemayá Maylewo ou Maleleo: Vive no mato ou lago. Como Oxum ela tem relação com as feiticeiras. Tímida e reservada, incomoda-se quando toca o rosto de sua iaô e retira-se da festa.

Yemayá Asaba: Cujo olhar é insustentável. É muito altiva e escuta apenas virando-se de costas ou inclinando-se ligeiramente de perfil, é perigosa e voluntariosa. Usa uma corrente de prata no tornozelo. Ela foi a mulher de Orunmilá, que escutou suas opiniões com respeito, apesar de ter usado os intrumentos da adivinhação quando ele estava ausente. Indignado, Orunmilá expulsou-a momentaneamente.

Yemayá Konla ou Akura: Vive na espuma da ressaca da maré, envolta numa vestimenta de algas e lodo.

Yemayá Apara: Vive na água doce, na confluência de dois rios, onde se encontra com sua irmã Oxum. Ela dança alegremente e com bons modos, cuida dos doentes e prepara remédios.

Yemayá Asesu: Mensageira de Olocum, vive em água agitada e suja, é muito séria, come pato e é também muito lenta para atender aos pedidos de seus fiéis. Ela esquece o que lhe foi pedido e põe-se a contar meticulosamente as penas do pato que lhe foi sacrificado. Caso se engane nos seus cálculos, recomeça a operação, que se prolonga indefinidamente.




















Oracion a La Reina Del Mar

Yemayá!
Tu que gobernáis las aguas derramando sobre la humanidad tu protección, realizando, Oh! Divina Madre, una descarga en sus cuerpos y en sus mentes, limpiando las aguas e infundiendo en sus corazones el respeto y la veneración, debida a esa fuerza de la naturaleza que simbolizas, permite que vuestras falanges nos protejan y amparen, Te suplicamos Yemayá poderosísima, Reina de las Aguas, este ruego a conseguir. Con todo amor y justicia dadme precisa y fuerza necesaria para todo soportar. En un mar de naturaleza y armonía quiero vivir, Proteged a mis seres queridos de todos los males y peligros.




















Canto a Yemayá
Yemayá Asesún, Asesún Yemayá. Yemayá, Yemayá es el brote de la primavera.
Yemayá Olodo, Olodo Yemayá. La madre de los hijos de los peces es la dueña de los ríos.
Yemayá mayó, Yemayá mayó. Yemayá va a estar contenta. Yemayá va a estar contenta.

Festa na Bahia















Todos os anos, no dia 02 de fevereiro milhares de baianos e turistas lotam as praias do Rio Vermelho para reverenciar Iemanjá. A tradição começou em 1923, com um grupo de 25 pescadores, que ofereceram presentes para agradar a Mãe D'Água, pois os peixes estavam escassos. Desde a madrugada devotos formam filas imensas para colocar oferendas e pedidos nos balaios que ficam na Casa do Peso da colônia de pescadores. As homenagens começam em outros locais da cidade e vão se dirigindo ao bairro do Rio Vermelho. No fim da tarde, um cortejo com centenas de embarcações levam para o alto-mar os balaios carregados de presentes, pentes, espelhos, sabonetes, perfumes, flores, e até jóias, tudo para agradar a Rainha do Mar. O saveiro que leva o presente principal dos pescadores puxa o cortejo até o local onde os balaios são arriados com pedidos de boa pescaria e águas calmas, dizem os pescadores que, se os balaios não afundarem, é sinal de que Iemanjá não aceitou. Em terra, a emoção toma conta dos devotos. O batuque do samba-de-roda e afoxé, animam as ruas, durante todo o dia. Salve a Rainha do Mar! Odoyá!

Foto panorâmica em 360 graus

Festa de Iemanjá - Rio Vermelho in Brazil
















Em frente a Casa do Peso, tem uma linda escultura de sereia representando Iemanjá. Desde cedo formam-se filas para entregar presentes, flores e cartinhas com pedidos, para serem levados pelos barcos em alto mar.













Tem coisa mais bonita e mais forte que a cultura de um povo?
Tem não! Dia 02 de fevereiro é dia de festa no mar, quando gente de todo canto do mundo esquece suas diferenças e se reúne no Rio Vermelho para pedir a bênção da Rainha do Mar. Não tem coisa mais bonita de se ver.
Dorival Caymmi

Festa no Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul


















No Rio de Janeiro, milhares de devotos da Rainha do Mar, levam até as praias, flores, bijuterias, espelhos e barquinhos com os seus pedidos, Pais e Mães de Santo, fazem orações por um ano novo com muita paz e prosperidade.
















Um público estimado em 200 mil pessoas prestigiam a Festa de Iemanjá, na praia do Cassino. Fiéis vindo das mais diversas partes do Rio Grande do Sul, e até de outros estados acompanham a procissão em homenagem a Iemanjá, que percorrem a Avenida Rio Grande até a Avenida Beira Mar, onde fica a imagem da rainha do Mar.

Preces a Iemanjá















Prece 01
Divina Mãe, protetora dos pescadores e que governa a humanidade, dai-nos proteção. Oh! Doce Iemanjá, limpai as nossas auras, livrai-nos de todas as tentações. És a força da natureza, linda Deusa do amor e bondade (fazer o pedido). Ajude-nos descarregando as nossas matérias de todas as impurezas e que a vossa falange nos proteja, dando-nos saúde e paz. Que assim seja feita a vossa vontade. Odoyá!

Prece 02
Óh Soberana Mãe das Águas venha a mim nesse momento de aflição, com minha fé e devoção ascendo esta vela, (acenda uma vela azul) para iluminar meus pedidos e caminhos. Ó Mãe Iemanjá assim como controla a força das águas, venha e ajude-me no que eu necessito, (fazer o pedido). Com seu manto azul perolado cubra a minha vida de alegrias, e todos aqueles que me estão ao redor e aqueles que pensam ser meus inimigos, esses Mãe Soberana mude lhe os pensamentos para que tornem-se dignos e lhe tire o ódio do coração. Ajude me Mãe a resolver o que me aflige e me acompanhe nesta jornada, para que males não me alcancem. Óh soberana Mãe Iemanja desde já lhe agradeço pois tenho fé que estarás comigo. Omio omiodo ya!

Prece 03
Iemanjá Mãe do Mundo, força que mantêm a criação, Senhora de todos os bens, alento da própria vida. Mãe magnânima de todas as mães, o mar é o seu símbolo, o sal a sua marca. Proteção é o seu aleitamento eterno. Iemanjá Mãe Querida, ajude-nos com tua constância, exemplificando em nós o desejo de perseverar-nos no amor ao nosso Pai Olorum! Odoyá Iemanjá! Glória a Olorum!

Prece 04
Oh! Iemanjá, Sereia do Mar. Canto doce, acalanto dos aflitos. Mãe do Mundo tenha piedade de nós. Benditas são as benções que vem do teu Reino. Meu coração e minha alma se abrem para receber as bênçãos de Iemanjá. Mãezinha querida, leve toda impureza, toda negatividade, todo feitiço, todo quebranto, toda magia ruim (peça para Iemanjá retirar tudo de mal) de minha aura para as profundezas do mar sagrado, de onde não terão mais poder sobre mim. Mãe que protege, que sustenta, que leva embora toda dor. Mãe dos Orixás, mãe que cuida e zela pelos seus filhos, e os filhos de seus filhos. Iemanjá, tua luz norteia meus pensamentos. Que tuas águas lavem minha cabeça, derramai sobre mim a vossa proteção, incutindo em meu coração o respeito e a veneração devida a força da natureza que simbolizas. Permiti que vossas falanges me protejam e amparem, assim o fazendo com toda a humanidade, nossa irmã.
Faça isso por nós, minha querida mãezinha.
Odoyá Iemanjá!

Prece 05
Salve Rainha do mar, minha mãe Janaína
Canto à Iemanjá
Adolê, Odoyá minha mãe!
Banha o meu corpo, limpa minha alma
Renova meu espírito, me abriga em teu íntimo
Mãe d’água Odoyá!
Bela sereia, deusa da beleza,
traz-me um amor, um beijo de mar
Traz pra mim as certezas de um presente próspero,
da saúde do corpo, a leveza da alma
Canta ao meu ouvido, encanta os meus sentidos,
e eu me entrego ao mar
Banha meu corpo, limpa minha alma
Renova meu espírito, me abriga em teu íntimo
Mãe d’água Odoyá
Canto à Janaína!
Linda donzela, mulher dos sete mares,
teu porto está nos ares,
onde quiser que esteja
Dá-me segurança, constância e prudência,
permite um banho de mar ao luar,
permite na areia da praia eu deitar...
faz real o meu sonhar mãe d’água,
traz amor pra eu amar
Canto a ti Iemanjá!
Adolê, Odoyá mainha!
Salve a Senhora dama,
Salve a Guerreira eleita princesa no templo do mar
Adolê, Odoyá!
Agradeço pelo que virá, pois o melhor será
Com a graça e a força de Iemanjá
Rogo a ti Janaína
Adolê, Odoyá! Minha mãe de alma!

Prece Milagrosa e Poderosa de Iemanjá para o Amor
Minha protetora Iemanjá. Enfermeira dos que sofrem consoladora dos aflitos, conselheira dos angustiados. Mãe de todos. Agradeço-te tantas graças que nos concedes. Quero ser merecedora da tua áurea luminosa. E rendo-te minha homenagem, Rainha das águas. Que distribui caridade e amor, entre todos os seus filhos. Eu te agradeço Mãe Iemanjá, por me atender nas horas que recorro a teus poderes divinos. Graças te dou Iemanjá. Pelas tuas radiações milagrosas agradeço, agradeço por tua proteção constante. A todos nossos irmãos que sofrem. Curvo-me diante de ti e rogo-te, continue dando proteção a teus devotos. Que te dedicam amor profundo. Que tua áurea bendita continue protegendo e vibrando bondade. De paz e saúde sobre aqueles que se ajoelham suplicando aos seus pés. Dai-nos a tua projeção pura e conforto da alma. Suplico nesta mensagem porque creio em teu poder imenso, Assim seja. Minha mãe querida Iemanjá. Iemanjá minha Rainha, faça com que ( Diz o Nome ) não me deixe jamais, que seu amor seja só meu ( Diz o Nome ), que fique sempre comigo ( Diz o Nome ), que cuide de mim ( Diz o Nome ), que se tiver que escolher, por favor, Mãe que fique comigo ( Diz o Nome ). Que ( Diz o Nome ), não pare de pensar em mim ( Diz o Nome ), um só segundo de sua vida. Que ele ( Diz o Nome ), sinta-se possuído de uma louca paixão por mim ( Diz o Nome ). Que ( Diz o Nome ), sinta uma vontade louca por mim ( Diz o Nome ), que só aliviará depois que ( Diz o Nome ), me ligar e ouvir a minha voz. Que me diga loucamente que me ama ( Diz o Nome ), e que quer ficar comigo ( Diz o Nome ), e assim que essa oração for publicada ele ( Diz o Nome ), comece a me desejar com muito mais intensidade, que fique louco longe de mim ( Diz o Nome ), que venha me ver, e queira ficar ao meu lado para sempre. Que ( Diz o Nome ), sinta muita vontade de me beijar e me amar, ficar comigo ( Diz o Nome ), hoje e sempre, que ele ( Diz o Nome ), Tenha ciúmes de mim ( Diz o Nome ), que ele ( Diz o Nome ), me deseje a cada minuto de sua vida, que ( Diz o Nome ), me queira sempre ao seu lado, que ele (Diz o Nome ), sinta a minha falta. E que ele( Diz o Nome ), me assuma perante a família dele e amigos. E que ele( Diz o Nome ), não queira mais sair com os amigos, que queira estar somente comigo. Que no final de semana ele ( Diz o Nome ), me ligue para ficarmos juntos , e que ele ( Diz o Nome ), se sinta feliz ao meu lado. Obrigada minha Rainha Iemanjá sei que serei atendida, pois tu tens poder para isso e durante sete dias seguidos irei publicar essa oração na certeza de ter o meu pedido será atendido e divulgar o seu poder amém! (Faça com fé muita fé). Publique aqui na nossa Capela Virtual e Boa Sorte!

Pontos de Iemanjá










Iemanjá
Oh ! Iemanjá
Seus filhos vêm trabalhar
Salve a Sereia
Proteção da falange do mar
______________________________

Pus-me a escrever na areia
com conchinhas de Iemanjá
fiz ponto de Mãe Sereia
veio a onda desmanchar
pus-me a contar as ondas
não pude acabar
vou pedir ao Rei das Águas
para o meu ponto firmar
______________________________

Hoje é dia de Nossa Senhora
de nossa Mãe Iemanjá
olunda ê, ê, ê
olunda á, á, á
brilham as estrelas no céu
brilham os peixinhos no mar
olunda ê, ê, ê
olunda á, á, á
______________________________

Quando a estrela vem saindo
quando a lua vem surgindo
fazendo clarão no mar
gira carorô, ê gira carorô á
gira carorô ê
a nossa Mãe Iemanjá
______________________________

Eram duas ventarolas
duas ventarolas que sopravam sobre o mar
eram duas ventarolas
duas ventarolas que sopravam sobre o mar
uma era Iansã, Ieparrê
a outra era Iemanjá, adoceáh
uma era Iansã, Ieparrê
a outra era Iemanjá, adoceáh
______________________________

Eu vou jogar
vou jogar flores no mar
eu vou jogar !
uma promessa eu fiz
para Deusa do mar
o meu pedido atendeu
eu prometi vou pagar
eu vou jogar
vou jogar flores no mar
Eu vou jogar !
______________________________

É Iemanjá
é Iemanjá
Rainha das Ondas, Sereias do Mar
Rainha das Ondas, Sereias do Mar
como é lindo o canto de Iemanjá
faz até o pescador chorar
quem ouvir a Mãe D'água cantar
vai com ela pro fundo do mar
Iemanjá !
Iemanjá é
Rainha das Ondas, Sereias do Mar
Rainha das Ondas, Sereias do Mar

Simpatias















Abrir caminho para o amor
Pegue um copo novo, que nunca tenha sido usado, e encha com água e uma pitada de sal. Coloque uma rosa branca dentro. Quando essa rosa estiver murcha, você deve tomar banho com a água. A simpatia deve ser feita no terceiro dia depois da Lua Nova, de preferência no mês de junho, o mês dos namorados.

Simpatia para ter sorte no amor
Pegue cinco ou oito rosas brancas (números de Iemanjá e Oxum), perfume de alfazema, fitas com as cores da harmonia (azul, amarelo, rosa, branco e verde), espelho, talco, sabonete e bijuterias. Forre uma cesta com papel celofane, amarre uma fita no cabo de cada flor e jogue um pouco de talco e de perfume por cima. Depois, coloque o espelho, o sabonete e as bijuterias na cesta e leve para o mar. Conte três ondas e, na quarta, ofereça a cesta a Iemanjá e a Oxum.

Simpatia para garantir paz, tranqüilidade e prosperidade
Misture pétalas de rosas brancas, arroz cru e um perfume de sua preferência e passe pelo corpo. Olhando para o mar, reze para Iemanjá pedindo paz e prosperidade, para o ano que está chegando. A seguir, tire os sapatos e entre no mar vestido com uma roupa branca. Dê três mergulhos e saia da água de costas para a areia.

Simpatia para ter dinheiro o ano todo
Leve para a praia sete rosas brancas, sete moedas do mesmo valor, perfume de alfazema e um champagne. Reze para Iemanjá e para os Orixás que têm força no mar. Conte sete ondas e jogue as flores no mar. Em seguida despeje a champagne e ofereça aos orixás. Lave as moedas com o perfume e coloque-as na mão direita. Mergulhe a mão na água e peça proteção financeira. Deixe o mar levar seis moedas e fique com uma, que deve ser guardada como amuleto durante o ano.

Para infidelidade
Para acabar com a infidelidade feminina, embrulhe, no sétimo dia do mês, uma estrela-do-mar seca em uma calcinha usada por ela. Deixe guardado até a noite do dia 21, quando deve jogar na água do mar, para afogar a infidelidade.


Para afastar o seu marido de outras mulheres

Esta simpatia deve ser feita na última quarta-feira do mês. Arrume um pedaço de pano branco novo, uma agulha e linha. Quando seu marido estiver dormindo, dê alguns pontos no pano e diga baixinho: "Estou costurando o coração de (diga o nome dele) para que nunca se aproxime de ninguém e para que nenhuma mulher dê bola pra ele." Repita treze vezes seguidas e depois, enterre o pano num jardim.

Para afastar rival
Esta simpatia deve ser feito pela pessoa que desconfia que seu (sua) companheiro(a) tem outra(o). O único detalhe é que você precisa saber o nome da pessoa. Num pedaço de papel em branco escreva o nome dele(a) e da(o) amante. Enrole o papel e guarde no congelador de sua geladeira. Faça isso numa sexta-feira, que esse romance vai esfriar de vez, fazendo com que o seu esquente novamente.


Amanssar marido

No caso de seu companheiro ser do tipo violento, tente esta simpatia para acalmá-lo. Quando estiver quase na hora de ele chegar em casa, abra a porta de entrada e chame o seu nome três vezes, pedindo a três santos fortes para deixá-lo bonzinho. Depois, acenda uma vela para cada um dos santos.

Aumentar o amor
Escreva o nome dele completo num papel em branco e coloque dentro de uma lata nova de fermento. Enterre a lata nos fundos da sua casa, dizendo: "Como o fermento aumenta, faz crescer, quero que o amor de (diga o nome) cresça por mim, que aumente ainda mais e o meu amor por ele também aumente". Faça isso no primeiro dia da Lua Nova. Se não tiver quintal, pode usar um vaso para plantas.


Para o amor de sua vida voltar

Esta simpatia deve ser feita pela pessoa que levou um fora do seu amor e quer tê-lo de volta. Durante sete sábados seguidos, vá à sua igreja e acenda nove velas brancas. Reze um Pai-Nosso para Jesus Cristo. Seu grande amor vai voltar de braços abertos.

Para a pessoa te amar
Corte uma tirinha de uma folha de papel, branco, escreva o nome completo da pessoa, passe mel e coloque num formigueiro.

Imagens de Iemanjá

Alagoas

Bahia













Caraguatatuba SP

Cidade de Mongaguá SP













Espírito Santo

Pernambuco










Piauí

Rio Grande do Norte













Rio Grande do Sul

Rio de Janeiro













Santa Catarina

Santos SP













Uruguai














Foto panorâmica em 360 graus

Estátua de Iemanjá in Brazil
Estátua de Iemanjá na Praia do Cassino no Rio Grande do Sul, Monumento de autoria de Érico Gobbi.

Vídeos

Vídeo Clipe: Lenda das Sereias
video

Vídeo Clipe: Conto de Areia
video

Lenda das Sereias

Belíssimo samba enredo do GRES Império Serrano.
Composição: Vicente Mattos / Dinoel Sampaio / Arlindo Velloso

Oguntê, Marabô
Caiala e Sobá
Oloxum, Inaê (bis)
Janaína, Iemanjá
São Rainhas do Mar
O mar, misterioso mar
que vem do horizonte
é o berço das sereias
lendário e fascinante
olha o canto da sereia
Ialaô, Okê, laloá
em noite de lua cheia
ouço a sereia cantar
e o luar sorrindo
então se encanta
com a doce melodia
os madrigais vão despertar
ela mora no mar
ela brinca na areia
no balanço das ondas
a paz ela semeia (bis)
toda a corte engalanada
transformando o mar em flor
vê o Império enamorado
chegar à morada do amor
Oguntê, Marabô
Caiala e Sobá
Oloxum, Inaê (bis)
Janaína, Iemanjá
são Rainhas do Mar


Salve a Sereia do Mar! Odoyá!